No sábado de carnaval, o Metropolitano é superado fora de casa pelo Criciúma.

Já se passaram oito rodadas disputadas no Campeonato Catarinense e o Metropolitano briga, e com suor para ficar bem longe da zona de rebaixamento. Em um sábado de carnaval, as duas equipes fizeram um carnaval de gols. Com nove gols e três viradas ao longo da partida o Metropolitano enfrentou o Criciúma fora de casa, e acabou sendo superado pelo Tigre.

No primeiro tempo o Verdão abriu o placar logo aos 2 minutos com Paulo Victor, que aproveita a saída de bola errada do Criciúma para fazer 1 a 0. Logo os donos da casa empatam com Hélio.

Na reta final o Criciúma voltou disposto a dificultar a vida verde e, até certo ponto, alcançou o seu objetivo. Com gols de Ricardinho e Diego os donos da casa viraram o placar em Criciúma. Quando o jogo se encaminhava para ser um final de 3 a 1, o atacante Alemão, um jovem e promissor atleta, saiu do banco de reservas, e em poucos minutos em campo marca o gol, recebeu uma grande assistência de Mazinho e saiu cara a cara com o goleiro e toca para o fundo das redes. Logo depois Sabiá aproveitou a bola perdida na área e toca de letra para o gol deixando tudo igual.

Uma palavra que descreve bem o segundo tempo: Determinação. O Verdão tomou controle da partida, e com um rápido contra-ataque, ele, de novo, Sabiá vira o placar para o Metropolitano. Contudo, o Tigre teve a força para virar o jogo novamente, aos 43 e os 45 minutos da etapa final, Valkenedy teve a infelicidade de cabecear a bola e ela entrar no gol do goleiro Vilar, e logo após, Caíque marca o último gol da partida.

O Metropolitano agora volta para Blumenau, onde daqui a uma semana recebe o time da capital, o Figueirense no Sesi, no dia 05 (domingo) às 16h para disputar a última partida do turno.

 

Ficha técnica:

Criciúma: Edson, Ricardinho, Raphael Silva, Diego, Marlon, Barreto (Caíque Valdívia), Douglas, Maranhão, Caio Rangel, Pitbull, Hélio Paraíba (Pimentinha).

Metropolitano: Vilar, Maranhão (Breno), Willian Rodrigues, Élton, Rodolfo, Carrasco (Alemão), Valkenedy, Elber, Mazinho, Sabiá, Paulo Victor (Alisson).

Cartões Amarelos: Hélio (C), Pibull (C), Breno (M), Rodolfo (M).

 

Por: Paloma Henschel / Marketing