Notice: Undefined variable: issinglearray in /home/metropolitano/public_html/wp-content/plugins/wp-auto-refresh/refresh.php on line 17

Léo Moura chega determinado: “Quero fazer história no Metropolitano”

Uma carreira vitoriosa nem sempre significa que novos sonhos não sejam traçados como objetivo. A prova disso está no meia Léo Moura, que conquistou inúmeros títulos no decorrer da carreira, mas chega motivado a colocar o seu nome na história do Clube Atlético Metropolitano.

 

Empolgado, Léo Moura não esconde a sua ansiedade para entrar em campo. Dentro das quatro linhas terá a companhia de novos companheiros, mas a reedição de velhas parcerias. Uma delas será com o técnico Valdir Espinosa, um dos motivos de ter escolhido o Verdão do Vale. Outra será com o atacante Rafinha, com quem atuou no Flamengo.

 

A estreia de Léo Moura pode ocorrer no domingo, dia 7, contra o Brusque, às 17h, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC). A expectativa é de uma grande presença de torcedores na busca de mais um resultado positivo.

 

3

 

Trechos da coletiva de apresentação

 

Trabalhar com Espinosa

Foi uma ótima escolha. Ele sabe lidar bem, desde o jogador mais novo até o mais velho. O que eu espero é conquistar o sucesso na parceria com ele.

 

Percepção de Blumenau

É uma cidade linda, acolhedora. Quando surgiu a oportunidade, pesquisei bastante com todos os amigos que já estiveram por aqui. Sou muito família e a minha escolha teve a participação deles. Aceitei esse desafio graças ao planejamento do clube.

 

Recepção da torcida

Já fico à disposição para domingo. O Sidnei Loureiro já me deu a notícia que posso jogar. Estou pronto para tudo. Fico emocionado com esse carinho.

 

Liderança

Eu estou pronto para tudo. Vim para cá disposto a ajudar no que for preciso dentro e fora de campo. Quando visto a camisa, visto para valer. Aqui não vai ser diferente. O que decidirem, vou ajudar com a minha experiência.

 

Clássico contra o Brusque

Estou preparado. Jogar contra rival é mais gostoso. Clássico, a gente respeita o adversário, mas hoje visto a camisa do Metropolitano e vou entrar com muita vontade para dar continuidade a esse momento vitorioso. Sabemos que não é fácil, mas vamos nos preparar para estar 100%.

 

Jogar com a camisa 10

Na verdade, a minha posição de origem sempre foi o meio-campo. Inventei de ir para a lateral em 2001. Chega de correr atrás de craque, agora quero o meio para frente. É uma nova etapa, tive um período de adaptação nos Estados Unidos e Índia. Agora venho para cá pra fazer história. Não venho a passeio. Independente de 10, 20, quero dar o meu melhor futebol.

 

Campeonato Catarinense

Não vai ser fácil. O crescimento dos times de Santa Catarina torna um campeonato bem equilibrado. Vamos ter que nos preparar muito. Em uma competição difícil, a preparação e concentração fazem a diferença. Nos jogos em casa, nós temos que matar, vencer e fora buscar os pontos.

 

Entrosamento

O entrosamento vem com o tempo, mas vamos procurar colocar em prática dentro de campo. A gente vai na vontade, na garra. Mesmo não conhecendo todos os companheiros, vai ser tranquilo desde que estejamos preparados e concentrados.

 

Parceria com Rafinha

A liderança vem ao natural. Nunca coloquei isso como primeiro objetivo. Sou um cara tranquilo que busca sempre orientar. Se tiver que dar uma palavra mais forte de incentivo, eu também vou fazer.

 

Permanência

Temos que ir passo a passo. Quero estrear, mas estrear bem. Mostrar que todo esforço que fizeram compensou. Quero que quando chegue o fim do campeonato, que seja a final, daí discutiremos uma possível renovação. Não parte só de mim, mas também deles gostarem do meu futebol.

 

 

Postado por: Sidnei Batista – Assessor de Comunicação

Crédito da foto: Sidnei Batista/Metropolitano

Leave us a reply

You must be logged in to post a comment.